RIO DE JANEIRO
Gustavo Bastos Serviços Odontológicos
Rua Visconde de Pirajá 407 / 706
Rio de Janeiro – Brasil

+ 55 21 2267-8373
+55 21 2513-2385

Search
 

Dietas, limão e saúde dos dentes

Dietas, limão e saúde dos dentes

Cada vez mais, ouvimos falar sobre os benefícios das frutas cítricas na dieta. Fala-se muito do limão, inclusive do seu consumo em jejum, tendo em vista seus vários benefícios à saúde. Fonte de vitaminas, fibras e minerais, essa fruta fortalece o sistema imunológico, ajuda em dietas de emagrecimento, na digestão, dentre tantos outros benefícios. Mas, por que tais dietas podem prejudicar a saúde dos dentes?

Essa fruta é extremamente ácida no momento em que a consumimos e nada alcalina enquanto na boca, ou seja, tão ácidas como o vinagre e capazes de corroer o esmalte dos nossos dentes quando ingeridos em excesso. A saliva, cuja importante função é neutralizar o pH da boca, demora mais ou menos uma hora para equilibrar a acidez do suco de limão.

Em recente pesquisa do King’s College de Londres, por exemplo, os pesquisadores concluíram que pessoas que bebiam água com apenas uma rodela de limão ou mesmo chá de frutas entre as refeições tinham mais de onze vezes a chance de ter desgaste nos dentes.

Agora, imagine a acidez do limão somada a uma escovação com muita força ou com escova de dentes de cerdas excessivamente duras? Ou somada a eventos de bruxismo e apertamento de dentes, tão comuns em uma sociedade com pessoas cada vez mais ansiosas? E associada aos distúrbios gástricos que podem causar refluxo e acidificar ainda mais a boca? A consequência é visível no consultório, onde, cada vez mais, os pacientes aparecem com dentes excessivamente desgastados, com queixas de sensibilidade, com restaurações desadaptadas, com as superfícies dos dentes, onde mastigam, completamente lisas, ou seja, com um envelhecimento precoce da dentição.

Contudo, devemos deixar de ingerir tais alimentos? Acredito que não; apenas precisamos nos conscientizar de que, se optarmos por tais dietas, serão necessários alguns cuidados extras com os dentes, tais como:

⇒ sempre que possível, usar canudos para reduzir o contato dos sucos ácidos com os dentes e evitar passar a língua nos dentes após ingeri-los;

⇒ evitar escovar os dentes imediatamente após a ingestão de alimentos ácidos;

⇒ escovar os dentes com escovas de cerdas macias e sem aplicar muita força;

⇒ escolher pastas de dentes que promovam a remineralização dos dentes e que tenham flúor em sua composição;

⇒ evitar alimentos excessivamente ácidos antes de dormir, pois, quando dormimos, produzimos menos saliva.

O bom senso sempre vale quando o assunto é saúde bucal. Visitas ao dentista, para revisão, a cada seis meses, são importantes, pois lesões incipientes ou iniciais nos dentes podem ser diagnosticadas e, muitas vezes, revertidas. E sempre comente com seu dentista se estiver fazendo alguma dieta especial ou se está com os dentes mais sensíveis.